Em geral, é preciso reerguer-se para ser grande;

basta ficar como está para ser pequeno.

Pierre de Marivaux

dramaturgo da França pré-revolucionária

Em 2019, a Fundação D. João VI comemora seus 10 anos de existência. Em meio ao panorama de crise nacional, em que a cultura é desacreditada, celebrar este aniversário nos traz um sentimento de conquista e de reconhecimento. Afinal, foram muitas as mãos que ajudaram a construir essa história. Thereza de Albuquerque, Suzel Soares da Cunha, Alda Condack, Henrique Cordeiro são nomes que nos remetem à criação do Arquivo Pró-Memória, ainda na década de 1980, instituição que, ao longo de 20 anos, reuniu um acervo riquíssimo.

A Fundação D. João VI nasceu do desejo de ampliar as possibilidades do Pró-Memória, sobretudo, através da digitalização de seus documentos. A renovação trouxe outros caminhos: em 2014, a Fundação conquistou sua sede definitiva e abraçou o compromisso de proteger e difundir a história, a cultura e o turismo de Nova Friburgo. Uma missão grande e, por isso mesmo, repleta de desafios. Desde então, houve momentos de altos e baixos, de inércia, de rupturas, de instabilidades. Em dez anos, por exemplo, a Fundação já foi gerenciada por sete presidentes em momentos diferentes: Nelson Bohrer, Luiz Fernando Folly, Roberto Wermelinger, Alexandre Meinhardt, Dimas Félix, Nelson Bohrer, Luiz Fernando Folly.

Apesar das oscilações, a Fundação D. João VI sempre se manteve firme no seu propósito maior de defesa e proteção da cultura que, como costumava dizer nossa saudosa amiga Lilian Barretto, “é a passagem do ser humano pelo mundo: ele mesmo, sua sombra, seu rastro e seu eco”. Isto quer dizer que a Fundação existe para as pessoas. Somos uma instituição apolítica cujas portas estão abertas para toda a população e queremos cada vez mais estar mais próximos dela. Para que a Fundação D. João VI continue viva e perseverante, precisamos que os friburguenses nos abracem, que venham fazer parte desta causa comum: valorizar nossa história para construir um futuro mais digno e justo.


Luiz Fernando Dutra Folly

Presidente
AMPLIAR

FUNDAÇÃO D. JOÃO VI DE NOVA FRIBURGO

“10 anos depois”

A imagem que inaugura este post nada mais é do que a certidão de nascimento da Fundação D. João VI de Nova Friburgo, pois assim deve ser entendida. Ela foi fruto do inventário realizado no Arquivo Pró-Memória, no início de 2009, e que antecedeu os trabalhos de digitalização e reorganização do arquivo. Então, no que diz respeito às ações que determinariam a criação da nossa instituição, nada é mais antigo. No apagar das luzes deste mesmo ano nascia a fundação friburguense com o nobre compromisso de preservar a nossa História, a memória de nossa gente, os nossos maiores patrimônios. Hoje o Acervo Digital que colecionamos, reconhecidamente um dos mais significativos acervos regionais do Brasil, é objeto de grande orgulho para todos nós.

Então, além de tudo o que já comemoramos em 2018, é 2019 o ano do nosso primeiro Jubileu. Parabéns !


FIQUE ATENTO AS NOVAS POSTAGENS

Vamos comemorar juntos?

Preencha o formulário e compartilhe conosco a sua história com a Fundação D. João VI!

Caso tenha fotos, vídeos e outros materiais para ilustrar o seu relato, basta enviar para o e-mail ndigital@djoaovi.com.

As respostas serão analisadas pela nossa equipe e poderão ser exibidas em nosso site e em nossas redes sociais. Participe!